quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Coisas de fim de ano



Por que em vez de ficar pedindo paz, amor, felicidade, dinheiro e todo esse blá blá blá que todo mundo pede no natal e no ano novo você não simplesmente corre atrás de tudo isso? Quer paz? Seja paciente, tente compreender melhor as pessoas. Quer um amor? Ame-se primeiro antes de achar que só uma pessoa pode te fazer feliz. Quer felicidade? Fique perto de quem você gosta, passe mais tempo com seus amigos e de valor a eles. Quer dinheiro? Trabalhe, se esforce e faça por merecer, afinal dinheiro não cai do céu. Então antes de falar que seu ano foi um ano horrível, veja se você se esforçou o suficiente ou se simplesmente ficou esperando que algo acontece-se.

Enfim, um feliz natal e um prospero ano novo.
Não te desejo paz, amor, felicidade e nem dinheiro,
mas te desejo coragem pra você conseguir conquistar tudo isso.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

meio verdade

ele era um cara engraçado, não era atraente mais era o tipo de pessoa que qualquer um queria por perto. ela também era assim, porém era muito carente, tinha necessidade de pessoas. e foi então que conheceu ele. ele era um pouco desprezível, mas era legal. certo dia os dois se encontraram, conversaram, e deram muitas risadas, a partir dai ela descobriu que não poderia mais viver sem ele. bom e ele, acho legal a companhia dela, mas nada que pudesse mudar a sua vida. ela sentia um medo profundo de perde-lo. mas ele já tinha ido. todos os dias ela se lembrava dele, pensava que ainda poderiam se encontrar, e que ela poderia dizer tudo o que sentia, mas esse dia nunca chegava, e quando chegava ela não era capaz de dizer, de mostrar tal sentimentos. como mostrar sentimentos pra pessoas que nem ao menos sente algo, pensou ela.
outro dia eles se encontraram, ela ja tinha superado ele, ou simplesmente aprendeu a disfarçar. ele tinha mudado, ou simplesmente queria impressionar. os dois deram muitas risadas, mas não conseguiam ter uma conversa, pois olhar no olho do outro não era fácil. ela se segurou, mas ele não aguentou e olhou, e mais uma vez os olhares cruzaram.
ela descobriu que era verdade, e ele teve que parar de esconder pois já havia sido descoberto.
hoje os dois dão muitas risadas juntos, para todos são meio verdade. mas os dois sabem o que sentem, só não querem ficar compartilhando com os outros. eles se amam, só não assumem.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

como é ser tão forte?

eu tenho me chateado muito com coisas que não me chateavam mais. como se todas feridas secas tivessem reaberto. me sinto tão fora de mim.
as pessoas dizem coisas, que nem elas mesmas sabem, mas nós fingimos não entender, fingimos não ouvir, mas nós sabemos o que foi aquilo, nós entendemos muito bem.
tenho vontade de não existir as vezes, tenho vontade de correr, tenho tanta vontade de chorar. companhias não é suficiente, nem chorar tem sido suficiente.
eu queria me sentir mais capaz, queria que sentir mais forte, queria ser inatingível, mas isso é impossível, e eu sei isso. só simplesmente não queria que fosse assim.
eu não quero ser dura e eu não quero ser orgulhosa
não preciso ser consertada e certamente não preciso ser achada
não estou perdida, eu preciso ser amada

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

muito mais que um brinquedo

todos os dias eu acordo acreditando que tudo vai dar certo. sonho com coisas boas, e sempre acredito que todos eles irão se realizar. porém não é desse jeito, sonhar e correr atrás sempre parece não ser suficiente. amar alguém de verdade não faz ela te amar também. assim como acreditar em sonhos faz eles se realizarem...
as pessoas traem sua confiança, mentem pra você, e agem como se nada tivesse acontecido.
elas te enganam, dizem que te amam, dizem que vão estar ao seu lado, mas elas são as primeiras pessoas a nos dar as costas quando precisamos. dizem que nunca vão fazer nada pra te magoar, mas são as primeiras a partir seu coração. dizem que nunca vão encontrar alguém melhor, mas são as primeiras a te trocar por outro alguém qualquer.
talvez um brinquedo velho tenha muito menos valor do que um brinquedo novo, até o brinquedo novo quebrar.
cansei de ser um brinquedo velho, mas não quero ser um novo. quero ser alguém, que ama e é amado, não quero manipular e nem ser manipulada, quero ser eu mesma, com meus erros e defeitos, e quero que gostem de mim dessa maneira.
eu só queria que o pra sempre durasse mais do que parece durar,
eu queria que o pra sempre não se acaba-se
que ele apenas fosse para sempre.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

alguém como você

eu venho andado pensando em tantas coisas, mas venho pensando mais ainda em você, eu não gosto disso, mas é tão inevitável, se tornou natural. e mesmo eu não querendo, ou não gostando, eu sei que preciso. eu não sei onde achar alguém que me olhe desse jeito, alguém que me faça rir tanto, e que me deixe com tanta raiva as vezes. eu não sei sei você realmente gosta de mim, e talvez todos meus medos se resuma a isso.
mas eu realmente preciso de alguém como você.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

enganos

ela queria mais do que alguém que à amasse, queria amar e sentir que está sendo amanda, queria ter motivos pra sorrir, queria sentir borboletas enquanto falava com ele, ela queria ter um motivo pra ser feliz. e ele era o tipo de menino que ninguém poderia se apaixonar. ela sabia disso, por isso não o escolheu. ele viu que ela era tudo. ela continuou esnobando ele. ele sentia tudo que ela queria sentir, por ela. ela não acreditava. ele queria ela. ela tinha medo. ele jurou o amor dele. ela desprezou qualquer tipo de afeto que vinha dele. ele se cansou. ela achou melhor. ele foi embora. e ela se apaixonou. ele conheceu outro alguém. e ela nunca conseguiu esquecer ele.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

e se esse for o fim?

por favor, sem palavras pra me agradar. não eu não quero conversar sobre isso. esse papo me chateia tanto que chega a me cansar. não quero desabafar com você, não sobre isso. não quero piedade. não essa é a última coisa que eu quero. me de um sorriso, me mostre que o mundo ainda pode ser melhor. me mostre que eu ainda tenho motivos pra seguir feliz. esteja do meu lado isso vai ser o suficiente, te garanto.
só por favor, não tente fazer o que ninguém é capaz.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

esteja aqui.

confesso, fiquei muito na dúvida sobre o que escrever nesse post. eu precisa postar a música esteja aqui, porém por mais que ela diga muitas coisas por mim não se compara com minha palavras...
eu não sei por qual razão, ou em qual circunstância isso foi acontecer, comigo. e também não sei por que você. eu juro me pergunto isso as vezes, ou quase sempre.
eu queria mesmo que você estivesse aqui, mesmo se o mundo te pedisse pra não ficar, queria ouvir você dizer que aqui é o seu lugar, enfim, queria só você aqui apenas isso. não sei o que vai acontecer, não sei se você vai vim, eu tenho minhas dúvidas... mas sabe eu gosto de pensar em você as vezes, não é tão horrível quanto eu digo. tudo bem que as vezes eu não te aguento, mais isso são coisas normais. não tem como evitar.
me desculpe se alguma vez não fui legal, ou sei lá. não sei o que devo fazer as vezes. ou quase sempre, enfim. sim eu quero estar com você, mas não vou me importar se tiver que fazer isso da maneira mais difícil. talvez seja melhor assim.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Uma noite

Venha sem pressa, vamos sentar, conversar, dizer tudo aquilo que faltou da última vez. Vamos gritar bem alto até acordarmos o mundo inteiro, dançar no silêncio da noite, ser quem nunca fomos, por um dia, só um dia vamos ser felizes. Esquece tudo, deixa pra lá. Eu tenho medo que essa noite acabe logo, e eu não posso pensar na possibilidade que o sol vai nascer daqui a pouco e teremos que ir embora. Então por favor, me faça rir até eu não aguentar mais. Eu quero ter alguma coisa boa pra lembrar dessa noite. Põe tua mão na minha, vamos viver como se essa noite não fosse acabar. Me faça feliz, só hoje.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

finais felizes.

como já deixei claro em outros posts sou muito chata. muito mesmo. e se tem uma coisa que eu não sei por que, mas que por algum motivo eu não consigo acreditar é em final feliz.
o que é um final feliz? ficar com seu verdadeiro amor pra sempre, terem filhos serem uma familia feliz, morrem juntos e fim?
sei lá, acho que final felizes vão além disso.
por incrível que pareça sempre gostei de finais tristes. gosto quando a mocinha fica sem mocinho, quando ela esta indecisa entre dois e fica sem nenhum, ou quando o amor dela morre sei lá. simplesmente não gosto, não acredito. acho que todos acharemos alguém, que fará parte da nossa vida ou sei lá.
eu espero além disso, não quero pensar no fim quando tiver com alguém, não quero tentar planejar um futuro. ninguém sabe o que acontecera amanhã, pra que se preocupar? a vida é tão curta. se você ama, ame mesmo. não deixe que nada impeça isso. vá além se você ama, mesmo que o final não seja o que você esperar. o que você viveu está sempre com você, e ninguém no mundo pode apagar suas memórias, somente você.
se você ama de verdade você se joga na fogueira até se queimar, mesmo que não sobre nada, nem mesmo suas cinzas, você sabe que se jogou por algo que valeu a pena. e se não valeu a pena faça como uma fênix, ressurja das cinzas e comece de novo. e no fim não precisaremos de alguém ao nosso lado pra sabermos que amamos de verdade. o amor está dentro de você, não nos olhos das pessoas.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

eu não posso pensar em mim,

sem ao menos lembrar de você.
você é um pedaço de mim, um pedaço que não está aqui, um pedaço que eu preciso pra viver, um pedaço que eu preciso mais do que qualquer outra coisa. eu não posso suportar a falta de um sorriso teu, a falta dos seus braços se envolvendo junto aos meus. eu não posso suportar saber que estou tão longe de você.
eu não consigo parar de sentir sua falta, eu não consigo não pensar em você, em quando vou poder te ver, mesmo de longe. eu já não suporto a dor que ficou no meu peito sem o teu amor.
é tão dificil, não poder dizer tudo que sinto, gritar tudo que eu quero, como é insuportavel não ter você por perto... vem, que eu já não aguento mais te esperar.
eu olho pra trás, eu procuro em minhas memoria, tudo que passamos, tudo que vivi ao teu lado. as memorias estão se apagando, cada vez mais, tudo está distante. a minha memoria apagou tudo, menos você.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

nada será como ontem...

tudo que aconteceu, pra mim já passou. palavras ferem como nenhuma outra coisa consegue ferir. as vezes há feridas que nunca cicatrizam, e sempre ficam marcas.
eu não posso me esquecer do que passei, mas eu me lembro muito bem do que ouvi. não estou aqui pra agradar ninguém, e nem quero que agradem a mim. eu sou eu mesmo, e ninguém pode mudar isso. me aceitem como eu sou, ou simplesmente não me aceitem.
eu só cansei. cansei de ouvir coisas que não devem ser aceitas e fingir que nada aconteceu, cansei de me calar quando pedem, eu cansei de tentar ser como os outros querem a troca de nada. eu cansei de todo mundo.
mas eu não me sinto triste, me sinto livre. é como se tudo ficasse mais leve.
coisas vão me abalar, lagrimas vão rolar, amores vão me machucar, mas eu juro, hoje nada mais vai me derrubar. eu já prometi pra mim mesma. no meu mundo quem está comondando sou eu, e mais ninguém.

p.s. não diga que sente saudade, quando realmente nunca provou dessa dor.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

eu não quero ser a única,

a fazer mais barulho.

E assim, mais uma vez o lado mais fraco arrebenta... Então agora é diferente, me chamam de falsa sem ao menos ter motivo, então vou ser falsa para poderem falar com razão.
Não vim aqui pra agradar ninguém e certamente não vou mudar. Não vou falar mais baixo, nem mudar meu jeito de se vestir...
Quando eu estiver com vontade de chorar, simplesmente irei chorar. Também não vou ficar dizendo 'não foi nada' quando na verdade quero explodir o mundo. Pra ser sincera, que se dane tudo e todos!
A vida é curta pra pensar demais. Não vou deixar de aproveitar simplesmente porque as pessoas não sabem o que dizem. Não vou ser como essas pessoas

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

a dona dos sonhos

a música estava tocando, lentamente. e eu jurava que poderia estar sonhando... mas não sei o que estava acontecendo.
eu estava voando, e eu podia ver tudo lá de cima. e por um momento eu queria estar onde ele estava. eu voei até lá, foi tão rápido que também podia jurar que ele estava do meu lado. vi o brilho em seus olhos quando me avistou, me pegou de uma forma tão delicada, como se eu fosse a coisa mais preciosa que ele já tivesse visto. ele estava sozinho, e parecia triste, vi lágrimas sairem dos seus olhos e queria muito perguntar por que ele estava chorando, mas não tinha voz.
então ele se sentou, e eu me posicionei ao seu lado. ele me olhou e disse:
- você sente falta de alguém? você já sentiu saudade? - suas lágrimas continuaram a rolar em seu belo rosto - você pode esta onde quiser, você é livre. eu queria ser como você, só pra poder estar com que eu amo, o tempo todo. seria livre e poderia estar sempre com ela. queria estar sempre perto do seu sorriso. se eu fosse uma borboleta como você, eu nunca iria deixar de voar perto da minha amada. mas eu não sou uma. então tenho que ficar aqui, longe da dona dos meus sonhos...
e de repente ele não conseguia mais falar. e eu queria tanto abraça-lo, mas não podia, minhas asas erão muito pequenas e não podia envolve-lo nelas, então eu me senti triste e vazia. eu precisa dele, eu estava com ele, mas não era como deveria ser, não era assim. senti um desespero dentro de mim, precisava poder falar, poder abraça-lo, mas como? como ele queria ser como eu? estar do lado de quem ama e não poder fazer absolutamente nada.
ele se levantou e olhou pra mim e disse antes de partir:
- sei que não poderia toca-la, muito menos abraça-lá, mas pelo menos poderia ver o seu sorriso, toda vez que eu precisa-se...
e saiu.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

e no final das contas,

nunca sai como foi planejado. talvez seja melhor não planejar, nem ao mesmo sonhar com algo que não se sabe ao certo. talvez seja melhor viver sua vida, do jeito que sempre foi. mas talvez isso seja muito pouco pra quem não consegue se contentar, então eu não sei o que dizer sobre isso.
eu não sei se me arrependo, e se me arrependo não sei nem ao menos do que. mas acho que errei, de alguma forma errei. tentando te encontrar eu errei, por que talvez outra pessoa já tenha achado você.
não estou desistindo, por que eu nem ao menos fui para a luta. talvez seja melhor permanecer onde estou. eu estou bem, pode não parecer, mas eu estou. e não você ainda não tem o poder de me deixar mal, e segundo meus cálculos não terá, eu espero.
e aquela estória de que no final estaremos juntos, é só um plano mal planejado, uma conta mal resolvida, uma poeira ao vento. talvez seja realmente isso.
e talvez eu esteja mais do que certa quando digo talvez, não quero planejar, nem sonhar, nem calcular nada do que poderá acontecer... quero apenas que não aconteça.
e no fim nunca é como esperamos ou imaginamos, é sempre como tem que ser.

p.s. eu acho que estou completamente certa quando digo talvez.

domingo, 15 de agosto de 2010

'Stevie Rae fechou os olhos. - Z., acho que vou dormir um pouquinho agora, tá?
- Tá meu bem - respondi.
Seus olhos se abriram mais uma vez e ela olhou pra mim.
- vai ficar comigo?
- Eu a abracei mais forte.
- Não vou a lugar nenhum. Descanse. Vamos ficar todos com você.
- Tá... - ela disse baixinho. Stevie Rae fechou os olhos, e respirou gorgulhando mais algumas vezes.
Então, senti que seu corpo pesou sem vida em meus braços, e ela não respirou mais. Seus Lábios se abriram só um pouquinho, como se estivesse sorrindo. Saiu sangue de sua boca, de seus olhos, de seu nariz e de suas orelhas, mas não senti o cheiro do sangue, só os aromas da terra. Depois, veio um vento forte com cheiro de prado, a vela verde se apagou, minha melhor amiga morreu.'

Trecho do livro Traída da série House of Night.
sem mais.
p.s. quem já leu algum livro da série ira entender o por que da foto.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

não posso esconder,

me sinto perdida quando não penso em você. parece que estou incompleta, parece que meu coração se dividiu... parece que tudo ficou mais longe.
odeio tudo que possa me impedir de ser feliz, por isso odeio tanto a saudade.
ela me faz ficar longe de você, e ela me faz te querer tanto, mesmo você estando tão longe. eu queria tanto gritar pro mundo inteiro que eu te amo, que é de verdade. mas mesmo se grita-se você jamais seria capaz de escutar, ou até mesmo entender o que eu sinto.
desculpa, mas já tentei te esquecer, mas meu coração não sabe querer outro alguém, ele grita por você. ele quer ouvir sua voz, meus braços só querem sentir o calor dos seus, os meus olhos so querem olhar pra você, o meu sorriso só quer se abrir por você.
eu não sei até quando vou suportar viver sem você aqui.
preciso de você, só de você.
vem que eu já não aguento mais te esperar.

sábado, 7 de agosto de 2010

i want you, your bad!

evitar. essa palavra é muito insignificante. pelo menos agora.
quando mais eu tento fugir, é sempre você que vejo. quando fecho meus olhos e quero imaginar outra coisa, é você que está lá.
fdp! invandiu meu sono e confundiu meus sonhos. logo agora que estava tudo certo.
sei o quanto idiota pode ser. sei o quanto nós somos idiotas. como eu fui deixar isso acontecer? vai saber. só sei que estou aqui.
eu queria realmente sentir a coisa mais forte do mundo, mas é cedo demais pra dizer. ou tarde demais pra sentir. enfim, como eu disse eu estou aqui, por enquanto.
muitas coisas vão acontecer. não posso planejar nada, nem ao menos o que dizer. vamos deixar que o tempo faça isso por nós...

não tenho o que falar, só o que reclamar, e muito.

'- diga eu deixo...
- eu acho que no final vocês vão estar juntos... de um jeito ou de outro vão estar.'

p.s. espero que ela esteja errada. ou não.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

quero que você saiba que eu andei pensando muito em você.

nem está acontecendo tão rapido... talvez nem esteja acontecendo. mas eu gosto disso.
quero apenas que tudo seja como sonhei. não quero nada perfeito. quero apenas nois dois felizes. isso já seria o bastante e o suficiente pra mim.
não sei ao certo como aconteceu, ainda estou confusa. quero ter certeza disso, quero saber se realmente é você.
mas enquanto isso não acontece, deixo nossos olhares se cruzarem, até se encontrarem de verdade.
eu vou estar aqui, de um jeito ou de outro eu ainda vou estar aqui.

p.s. talvez eu te amo

quinta-feira, 22 de julho de 2010

e passou mais uma primavera,

ou talvez mais um inverno...
a 38 minutos atrás foi o meu aniversario, e sinceramente foi muito bom...
Foi muito bom estar com quem eu amo em um dia especial, foi muito ter a atenção das pessoas. é bom você saber que alguém se importa com você, e que está lá pra você. é tão bom.
e eu sinceramente não sei o que escrever sobre o meu aniversario, é, parabéns pra mim :)
acho que a 14 anos atrás meus pais, minhas tias e o resto da minha familia estavam desesperados por que uma criancinha nascia, com alguns problemas... tão pequena, tão doentinha...
não vou contar a estoria poq é longa, mas digamos que eu sofri um pouco pra continuar viva...
não que eu me orgulhe disso.
mas...
enfim, só postei pra marcar esse dia.

domingo, 18 de julho de 2010

você diz

que não pode mudar o que você diz, não importa de qualquer forma, não pode alcançar tão longe por que é impossível!
euvou cometer meus erros. sim! eu não posso viver uma vida que não foi feita pra mim. eu não posso alimentar os sonhos que não são os meus. me desculpa, mas o que você mais quer não vai conseguir.
eu não posso viver por você, pra você! está tudo mudando, tudo está mudando, até mesmo você. eu sinto falta de como você era antes, mas sei que é impossivel voltar a ser como era.
não vou mais ficar mal por sua causa, não vou mais deixar quem eu mais amo mal por sua causa! nunca!
eu vou lutar atrás de tudo que eu quero, de tudo que eu vou ter. eu não vou querer sua ajuda.
não estou com raiva de você, não que eu não te ame. mas eu só não vou suportar seus erros.
isso é impossível pra você, não pra mim!

sábado, 10 de julho de 2010

sabe como é,

'às vezes, você conhece uma pessoa maravilhosa, mas apenas por um rápido instante. Talvez em férias, num trem ou até numa fila de ônibus. E essa pessoa toca sua vida por um momento, mas de uma maneira especial. E, em vez de lamentar o fato de ela não poder ficar com você por mais tempo ou por você não ter oportunidade de conhecê-la melhor, não é mais sensato ficar satisfeito por ter chegado a conhecê-la um dia?' Melancia - Livro de Marian Keyes

eu achei isso extremamente verdadeiro, sério. As vezes reclamamos por a pessoa que queremos ir embora, mas não percebemos o valor que é ter conhecido elas...
pense sobre isso. faz bem :)

quinta-feira, 1 de julho de 2010

breakaway....

eu não tenho motivo nenhum para ficar triste, com certeza não... tudo de ruim e de bom que acontece tem uma razão... e se esta errado ira voltar ao normal, agora eu sei.
eu quero muito ser eu mesma, eu não quero mais depender dos outros pra poder sorrir... eu quero ser que eu sempre quis ser, quero voar, quero ser livre.
todas as pessoas que me magoaram, eu quero que elas se danem... se me amassem como diziam não iriam me magoar!
eu quero mais é com viver com que eu amo, com quem eu sei que vai estar do meu lado mesmo se eu estiver errada. alguém que vai dizer quando não estiver bom, e que não vai me abandonar por eu querer continuar insistindo no ruim.
vou ser feliz!

terça-feira, 29 de junho de 2010

e um dia você aprende,

que nada dura pra sempre, nem mesmo aquilo que valia a pena. nem mesmo aquilo pelo qual você morreria. tudo isso vai acabar, tudo tem um tempo, a duração dessas coisas são limitadas. mas cabe a você decidir pelo qual vale a pena lutar agora. você decide o que você vai querer lembrar pro resto da sua vida, você pode ser uma pessoa melhor, mas enquanto você não querer você nunca será.
enquanto as mentiras estiverem na ponta da sua língua, isso vai ser impossivel.
todo o sofrimento que te cercou foi opcional, você vai ver.
tudo que você sempre sonhou, foi apenas um sonho, que um dia você ira esquecer.
faça valer a pena, ou simplesmente não faça nada.

quando você aprender tudo isso vai ser tarde demais,

sábado, 29 de maio de 2010

don't ever let me go.

mesmo se eu quisesse, jamais consegueria dizer o que você significa pra mim.
é, nunca conseguiria, você faz parte de mim, e sem você eu jamais consegueria ficar completa.
existe distância, existe saudade, existe barreiras, mas nunca existe amor que não resista a isso, e o meu amor resisti a isso e muito mais.
e se eu tiver que esperar, eu saberei esperar. por que o tempo jamais pode apagar o que existe dentro de mim.
tudo isso vai além das palavras, vai além de explicações, é apenas uma certeza, e minha certeza agora é de que preciso de você como preciso de ar para respirar. e esses pedaços de mim espalhados pelo caminho é pra você se guiar.
você pode entender o que eu digo? ou tudo parece confuso de mais pra você? você é tudo que eu quero, e quando você está em meus braços é dificil de acreditar, acho que estou no paraíso.
mesmo que tudo esteja contra nós, mesmo que eu não seja capaz de te alcançar, tudo isso é muito real pra mim. e todas as vezes que eu sonho é como se você estivesse aqui, e de alguma forma, eu sei que você está.
eu consigo acreditar agora.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

você deixou saudade.

cada passo que eu dei, sei que foi pro meu melhor, sei que nada foi em vão, pois é, nada foi em vão. tudo tem motivo, uma razão.
sei que a razão de eu estar aqui é por você... e tudo que começa não tem um fim tão cedo. e eu agradeço a Deus todos os dias por estar me dando forças pra continuar, por mais que exista essas barreiras, você deixou saudades...
eu quero te ver outra vez, eu preciso te ver outra vez, mas eu vou precisar esperar, o tempo vai me ajudar, e vou me fortalecer... enquanto não puder te ter em meus braços estarei aqui lutando por você... e você sabe que eu lutarei até o fim, até o dia em que não houver mais saídas... eu espero por você o tempo que for.
acordar sorrindo apenas por ter sonhado com você é a melhor coisa do mundo, ver o quanto você está feliz já é motivo pra sorrir também.
vou continuar seguindo, e um dia vou conseguir, vou persistir, não desistir, apenas isso.
abrir seus olhos e fazer você gostar de mim como eu sou.

sábado, 10 de abril de 2010

eu fico procurando a felicidade,


mas não percebo que ela está do meu lado. Eu fico procurando tentar entender o que já foi esclarecido. Eu fico perdendo meu tempo com coisas que já nao importam mais, mas e dai? No final eu sou feliz do mesmo jeito, o que eu ganho e o que eu perco é sempre meu e de mais ninguém. Se eu estou triste eu sei que vou superar, caminhar para trás é a ultima coisa a se fazer. Desculpe mais se ainda estou dormindo é por que estou cansada, se ainda estou dançando é por que ainda tenho pique, e se eu estou comendo é por que não matei a minha fome.
Eu tenho meus motivos, eu tenho minhas alegrias, e NINGUÉM pode tira-las de mim, por que é meu, e de mais ninguém.

segunda-feira, 1 de março de 2010

eu não quero lembrar do que eu fui pra você...


eu não sei mais sobre os meus sentimentos, talvez eu tenha jogado tudo para o ar e comecei a buscar novos caminhos...
mais eu não sei se sou tão capaz de viver sem você, eu vou tentar, mas não garanto certeza... eu não sei esperar, mas eu também não sei correr tão rapido...
eu vou deixar o tempo agir por mim, talvez ficar onde estou seja o melhor, nem pra lá e nem pra cá, eu sei que se eu ficar pode ser pior, mas não quero fugir e perder o que eu sempre quis...
e se você quiser saber, eu vou sempre estar aqui, mas talvez depois quando você enxergar isso, seja tarde demais... então não perca seu tempo, não quero jogar tudo isso que guardei pra você no lixo, por que acima de todas as coisas, as boas e as ruins, eu te amo.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

maybe,

talvez tenha sido so uma ou duas vezes, nem isso eu lembro mais. mas seus olhos me encarando não saiu da minha mente até agora, talvez eu esteja só exagerando, mas eu não esqueci de nada...
aquelas conversas, eu decorei cada palavra pra mim poder lembrar...
eu nunca escondi nada de ninguém, mas talvez isso seja uma coisa que eu deva guardar dentro de mim com carinho... acho que nunca tinha acontecido isso, não comigo...
eu me lembro de você, como lembro do meu nome, aquele dia, foi tudo tão engraçado, e tudo improvisado, eu te conheci, a gente conversou, e acabou sem ao menos um tchau. depois, eu me lembro de você, parado em um canto, me olhando, e eu com o coração saindo pela boca disse um oi, e sai e depois, um tchau, sem ao menos te encarar....
eu queria poder dizer, que talvez, eu tenha me arrependido de não poder me despedir, mas tudo que aconteceu, tornou tudo inesquecivel, espero não esquecer....
não agora.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

então...

eu poderia me arrepender agora de tudo, mas eu não vou, por mais que eu não seja quem você realmente sonha, eu tenho minhas qualidades, eu não sou perfeita como aquelas meninas da tv, e talvez nunca vou ser alguém tão importante quando eu crescer, e também meu cabelo não acorda lindo, penteado e arrumadinho... Talvez eu não queira ser quem você quer que eu seja, mas talvez eu possa ser uma pessoa melhor sendo quem eu sou...
Por que você não me da uma chance para tentar?
Eu sei que quando eu choro, não é por besteira, por que talvez eu me sinta triste, e talvez você não queira saber por quê, e o motivo de não acreditar em mim me deixa infeliz!
Então, me deixa ser quem eu quero ser? Me deixa crescer e aprender de um jeito meu?
Desculpa mas, eu não quero te decepcionar, pelo menos ainda não....

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...