domingo, 3 de junho de 2012

O mesmo de sempre


Estava um pouco nostálgica e aliviada ao mesmo tempo.  Só ouvindo certas músicas e lembrando-se de sensações antigas... Não pensava em ninguém necessariamente, mas como se fosse a primeira vez em anos sentia falta das pessoas que costumava conversar antigamente. Tudo tinha ficado chato, já não era mais novidade. E então ela queria mudar tudo, como sempre. Lembrou-se que em certo tempo tinha muita dificuldade com começos em geral, mas agora tinha dificuldade de fazer as coisas durarem. Queria sempre recomeçar, recomeçar e recomeçar até algo finalmente dar certo e ser como ela esperava. Claro que isso nunca iria dar certo, mas ela gostava de imaginar como as coisas poderiam acontecer.
 Ela adorava fazer isso. Imaginar. Mas tudo estava chato demais e até planejar o futuro ou novos começos estava ficando exaustivo. Queria deixar as coisas menos chatas. Queria tanta coisa. Ficava pensando se todo mundo é tão igual como dizem... porque as pessoas que ela conhece são tão diferentes...
No fundo sabia que só estava cansada. Como sempre cansada. Isso realmente a deixava mais cansada, mas era a vida... Ela teria que se acostumar ou então se acostumar

Nenhum comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...