domingo, 1 de julho de 2012

Bem mais do que estrelas cadentes


- O tempo está acabando...
- Ainda temos a noite inteira.
- Eu estou cansada.
- Por favor, não durma. Depois disso você sabe... tudo vai acabar.
- Eu não sei se posso aguentar tudo isso.
- Ficar acordada?
- Não... - ela suspirou - ter que te deixar partir.
- Nós precisamos...
- Você precisa!
- Não deixe as coisas mais complicadas querida - ele a abraçou forte - você sabe o quanto eu quero ficar. Ficaria para sempre se pudesse...
- Mas não pode... - ela estava com o rosto contra o peito dele, e novamente estava chorando - E acho que nunca vai poder...
- Um dia meu bem, um dia estaremos juntos... - ele suspirou enquanto via-a chorar novamente - por favor, pare com isso.
- Será? Será que estaremos juntos novamente algum dia?
- Descanse... 
- Eu não quero...
- Você precisa...
- Você não vai estar aqui quando eu acordar vai?
- Você sabe... - ela o beijou antes que ele continuasse.
- Shiiiiu... Esquece.
Ela olhou para janela e viu uma estrela cadente, virou e sorriu para ele. Ambos fizeram o mesmo pedido. Mas os dois sabiam que nem mesmo uma chuva de estrelas cadentes iria ajuda-los no momento, mas não custava tentar.

Nenhum comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...