domingo, 16 de setembro de 2012

Finalmente


Estou presa aqui há dias tentando escrever algo coerente... Algo que realmente pareça valer alguma coisa. Mas tudo parece estúpido, e não me parece bom o suficiente. Sufoco-me nos meus pensamentos, nas vontades... Sufoco-me nessa vontade grande de querer falar de você, mas me sufoco mais por não saber o que dizer. Eu não sei, porque as palavras me faltam, e tudo parece insuficiente. 

O que fizestes comigo? Qual é a desse teu efeito que me tirou do mundo real? Eu não sei... Mas gostaria de saber.

Enquanto escrevo sinto uma vontade incontrolável de apagar tudo e recomeçar, e tentar de novo, e tentar, e de alguma forma conseguir chegar lá...

Você entende o que quero dizer? É como você... Eu tento de tantas formas chegar até você, alguma forma de finalmente estar contigo, mas no meio tudo da errado e o que me resta a fazer é voltar e tentar de outra forma chegar lá, finalmente... Há dias vivo esse drama. Eu não sei mais em quem pensar além de você.

Continuo achando uma tremenda estupidez, mas querido entenda... É difícil demais encontrar pessoas como você. E eu não consigo... Eu não consigo... Eu repito as palavras, repito para tentar fixar na minha mente, mas não funciona, não funciona. Repare, só nesse texto repeti tantas sentenças...

Eu devo te esquecer... Eu sei, eu sei. Mas não é fácil não. Se fosse já teria feito. Mas esse teu sorriso... É difícil demais, e eu não quero... Eu não quero.

Deixe-me ficar, só por ficar mesmo... Mas deixe-me aqui.

Nenhum comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...