terça-feira, 6 de novembro de 2012

Nosso esconde-esconde

Quando o vi pela primeira vez automaticamente um letreiro gigante apareceu por cima daquele rosto, dizendo com letras grandes e vermelhas: Perigo. Mas todo mundo aqui sabe que eu não dei a mínima para isso. Sorriso solto, jeito simples, típico conquistador, aquele que todas querem por perto ou então longe o suficiente para não se lembrarem da existência.

Eu sei bem como funciona. Eu consigo dizer o que vai acontecer, mas mesmo assim quem importa?
Vamos sair, dançar um pouco, trocar algumas piadas e no fim da noite você vai sorrir na minha porta e dizer que a noite foi agradável, e você vai me olhar nos olhos e depois para os meus lábios, depois disso iremos nos beijar. Meu mundo vai cair, meus muros serão destruídos, borboletas forraram meu estômago.

Mas vamos ser realistas aqui. Você não quer dançar, você quer beber, e depois você vai querer me levar para um lugar onde ninguém irá nós procurar, aquele que eu quero que você me leve. E então você vai fazer todas as coisas que você sempre quis fazer com as outras, coisas que elas nunca quiseram, porque todas elas preferem o beijo no portão, mas eu vou aceitar, vou aceitar porque eu também quero as mesmas coisas que você. Quero uma bebida, um esconderijo, loucuras, quero fugir de tudo que é normal e conveniente. Vamos ficar deitados rindo da cara um do outro e pensando na desculpa que vamos dar para todos depois. Nossas roupas no chão, garrafas na cabeceira. É disso que gostamos.

Vamos sair de lá separados. Cada um pro seu canto. Provavelmente você vai conseguir uma carona e eu irei caminhando... Não é tão longe afinal. As meninas vão comentar de você para mim, e eu vou fingir uma repulsa pelo tipo de cara que você aparenta ser, vou fingir que você é só mais um canalha que provavelmente adora fazer as garotas ficarem babando por aí... E você é mesmo! E também vou estar pensando na próxima desculpa que vou dar quando elas me ligarem marcando de sair e eu estiver com você. E você é claro, vai estar ouvindo seus amigos falando das garotas novas que chegaram, principalmente daquela loira de olhos verdes, você vai concordar e dizer o quanto desejaria estar com ela. Mas na realidade você vai estar pensando em um próximo esconderijo para nós.

Você vai me ligar, vamos nos encontrar escondido. Ninguém vai descobrir, e nós dois adoramos isso. Adoramos esse esconde-esconde que fazemos com o mundo inteiro. Gostamos de criar bagunça.

Nenhum comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...