domingo, 23 de dezembro de 2012

Sobre acabar

Uma vez li em um livro que não era o mundo que acabava, e sim as pessoas. Cada pessoa se acabava gradativamente, e depois que me dei conta disso comecei a pensar desde quando estou me acabando? 
Veja bem, a partir do momento que nascemos estamos começando a se acabar. Mas é irônico, pois crescemos com o passar do tempo. Vivemos uma vida, construímos nosso próprio mundo, nossas opiniões  e continuamos a crescer, mas ao mesmo tempo estamos acabando.

As pessoas se preocupam cada vez mais com coisas fúteis, com dinheiro, se preocupam com tantas coisas, mas sempre esquecem delas mesmas. Deixamos-nos levar, nos deixamos acabar. E então depois de tudo percebemos finalmente que tudo está acabando, mas enquanto isso, pessoas nascem, pessoas se conhecem, se casam, se divorciam. Enquanto você chora em seu quarto sozinho, pessoas dançam e se divertem quase ao seu lado. E enquanto você se diverte, pessoas morrem.

Todos nós vamos acabar um dia. E quando digo acabar não me refiro só à morte. Acabar é finalmente perceber que passamos uma vida inteira apostando em nada e não poder fazer nada por isso. Apostando no futuro que jamais vai chegar. O futuro não existe, e isso é tão clichê quanto dizer que só vivemos uma vez. 

Não sei o que realmente quis passar com todas essas palavras, acho que cada um deve interpretar da forma que mais convém. Não vou desejar coisas boas a vocês só porque é fim de ano, desejo coisas boas todos os dias. Não importa se estamos em dezembro ou em abril. Você merece paz, alegria e amor todos os dias de qualquer ano em qualquer hora. E acho que talvez seja isso que eu queira realmente dizer.

Um comentário:

Agora tô pronta disse...

A fer você é a melhor, quando lançar seu livro, quero ser a primeira a ler (:
agoratopronta.blogspot.com.br
Beijos, Vanessa

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...