quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Anel de brilhantes


"Você me ligou aquela tarde, disse que precisava me ver, então eu fui. Fui com todas minhas expectativas e meus desejos. Fui com toda a vontade que alguém pode ter no mundo. Preparei a melhor roupa, as melhores conversas, o melhor sorriso. Preparei o melhor de mim.

Conversamos tanto, rimos, compartilhamos tantas coisas. Mas era tudo falso. Todo aquele papo sobre o emprego novo e os planos para o futuro. Era tudo mentira meu amor, me desculpa. Todas minhas expectativas eram falsas, e eu sabia desde o começo.

O que eu quero mesmo é largar tudo. Sair por aí e me divertir de verdade alguma vez. Chorar de rir e rolar na areia depois de uma queda. Meu bem, você me encheu com tudo que eu podia ter de melhor. Era sempre o melhor de tudo, e em troca eu tentava o melhor de mim. Era a única maneira de retribuir tudo que você fazia. Era o que tinha que ser feito.

Continuamos com a história do melhor. Você parecia inquieto. Estávamos nessa há três anos já. Você sorriu desajeitado e queria dizer algo importante. Ao menos foi o que você disse. Então se levantou e disse que voltava logo.

De repente um turbilhão de sensações veio em mim. Percebi o que queria, e certamente não estava aqui. Sabia desde semana passada o que estava para acontecer hoje. Viram você na joalheria meu bem, me perdoe, mas eu não podia ficar depois disso, eu tive que fugir. Eu tive que correr.

Você me deu tudo que eu sempre quis, era tudo ótimo e lindo. Nós tínhamos nossos problemas, mas superávamos fácil todos eles. Querido ele me ligou semana passada, no mesmo dia que descobri sobre o anel. Acho que ele sentiu que tudo isso ia acontecer, ou alguém simplesmente contou a ele. Eu não tenho culpa meu bem, eu não queria, mas você sabe...

Estamos longe agora. Não nos procure. Me deixe ser livre. Você me deu o melhor sempre, mas eu sempre quis as coisas ruins, eu sempre quis a aventura que era viver das minhas incertezas. Você sabe. As minhas viagens loucas, meu jeep velho, meus antigos poemas, meus amigos. Eu sinto falta de tudo isso Eu não posso continuar com isso.

Liguei na joalheria, eles vão aceitar o anel de volta meu amor. E você pode recuperar seu dinheiro... Eu sei que isso não vale nada em comparação a seu estado agora. Eu não queria isso. Do fundo do meu coração eu juro que não queria.

Tudo vai ficar bem um dia. Você vai encontrar alguém que te mereça, alguém que queira tudo de melhor ao seu lado. Tudo que eu tenho para te pedir é que me perdoe um dia. Perdoe-me por te amar e fugir disso ou me perdoe por simplesmente não saber o que sinto."

Ela deixou uma lágrima cair no papel manchando algumas palavras. E ao tentar secar as lágrimas viu o brilho do anel de brilhantes que estava em seu dedo anelar direito. Então chorou, chorou porque poderia estar longe agora com ele em seu jeep velho, mas chorou por saber que na verdade ele nunca ligou, e ela nunca teve um jeep. Chorou porque desistiu de tudo antes mesmo de começar.
E simplesmente continuou sem saber o que estava fazendo ali com aquele anel de brilhantes no dedo.

Um comentário:

Thuany disse...

Eu sabia que teria um Jeep na história...kkkkkkkk

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...