quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Sobre bagunçar


Quando as coisas começaram a se complicar, eu sabia o que devia fazer. Sabia perfeitamente que o meu dever naquele momento era fugir. Correr pra longe, e te deixar lá. Mas não fiz isso. E quero deixar claro que a culpa não é minha. A culpa é sua. Sim, é sua!
Eu não tinha intenções de deixar você entrar, já tinha muita bagunça aqui. Não tinha espaço pra você... Mas você deu um jeito, você se infiltrou e quando eu percebi já estava aqui organizando as coisas, e jogando fora o que não prestava mais.
Você tirou tudo que eu não precisava mais, e deixou só você.
Você deixou um pouco de você lá mesmo sabendo que não poderia ficar. Mesmo sabendo que não ficaria. E eu deixei. Eu e minha inocência deixamos você ficar.
Você me organizou para me bagunçar de novo. Mas para falar a verdade, eu nunca gostei tanto de uma bagunça quanto agora.
Então venha. Vamos bagunçar tudo de novo, e jogar fora o que eu não preciso mais. Vamos celebrar enquanto você ainda está aqui para bagunçar comigo. Eu não quero saber o que vai acontecer depois, nem quando isso vai acabar. Eu só quero bagunçar, bagunçar, e bagunçar mais um pouco com você.

Meus queridos e queridas, hoje o blog faz 3 anos! Sim Aniversário. Fico feliz por conseguir mantê-lo por tanto tempo, e mais feliz ainda de saber que vocês continuam aqui para lê-lo. Obrigado pra quem acompanha, quem segue, curte no face, compartilha. Se o blog continua na ativa é por causa de vocês.

Um comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...