quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Se eu pudesse...

A canção já parou, mas é como se a música ainda continuasse aqui. Aqui entre nós, onde há essa confusão de sentimentos, esse misto de amor e loucura que nos eleva, e por vezes leva um pouco de nós. A única coisa que ouço nesse momento são as batidas do teu coração, um carnaval dentro do teu próprio corpo. Não, não precisa ficar inquieto querido. Estou aqui. Segura minha mão. Me abraça.



Não sou capaz de descrever tudo isso ao mesmo tempo, e talvez nem de forma detalhada. Não, eu não posso. Mas a necessidade de contar nossa história até para o padeiro é muito mais forte, então eu escrevo. Eu escrevo para não esquecer, para registrar esses sentimentos, essas coisas bobas que a gente tenta não esquecer por N motivos, mas você sabe, eu não consigo lembrar nem ao menos do sabor do meu chá da tarde, quem dirá de todos os momentos... 


A canção não toca e  o seu coração bate mais forte do que nunca. Eu preciso da tua calma, da tua mão na minha, do teu abraço, preciso contar cada detalhe para estranhos, preciso escrever, não esquecer... Mas são muitas coisas, e tudo que quero é continuar aqui ao teu lado, sem canção, no seu carnaval, em teus braços... Ahh! eu ficaria nos teus braços por uma eternidade se eu pudesse

Nenhum comentário:

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...