domingo, 3 de maio de 2015

Sobre colisões ao longo do caminho

Não temos nada. Começo esse texto afirmando que apesar de tudo, não temos absolutamente nada além de nós mesmos. Temos uma vida inteira pela frente também, mas isso não significa que seguiremos na mesma direção. A vida é tão rara, e apesar de parecer tão medíocre na maioria das vezes, quando estamos seguindo juntos nessa imensidão ela até parece um pouquinho incrível.
Apesar de tudo eu não quero que você me leve contigo. Eu já escolhi o caminho que quero seguir, você já escolheu o seu, e casualmente nesse momento da vida eles se cruzaram e aqui estamos nós em dois caminhos tão diferentes que coincidentemente colidiram, pra nossa sorte ou azar...
Eu não acredito que no fim eles se cruzaram novamente e assim finalmente terminaremos essa estrada juntos. Não é isso. Mas honestamente eu espero te encontrar mais vezes ao longo do caminho para que possamos fugir dessa eterna estupidez cotidiana.
Não te peço nada além de que cruze meu caminho quando quiser, não ouse desviar caso tenha a oportunidade novamente. Apenas deixe que a vida nos faça colidir novamente, naturalmente. Se machucar algumas vezes faz parte, mas eu prometo cuidar de todas feridas que eu causar em você, desde que você cuide das minhas. Mais do que um ao outro, nós temos a vida inteira. E isso só nós podemos entender.

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...