quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Carta aberta: Por que quero ser professora?

Sociedade dos poetas mortos (1989) - "O que quer que digam, palavras e ideias podem mudar o mundo."
Desistir do curso de direito e explicar a todos meus amigos e familiares que agora quero cursar letras não está sendo fácil. Portanto escrevo essa carta aberta a todos que por preocupação com minha futura carreira, com meu estado mental ou por simples curiosidade  para dizer os motivos que me fazem ensejar essa profissão pouco valorizada em nosso país e pelos nosso alunos.

Minha mãe sempre disse que desde pequena eu queria ir à escola, ela dizia que eu via outras crianças maiores indo estudar e não parava de inferniza-la perguntando quando chegaria o meu dia. Esse dia chegou, e a partir daí uma paixão nasceu em mim. Eu não me lembro da minha primeira professora, porque ela me detestava, mas lembro-me muito bem da segunda, Vânia, se não me engano. Foi com ela que aprendi o alfabeto, o alfabeto silábico e li minha primeira palavra: belo. Conheci os números também, mas os mesmos não me despertaram nenhuma curiosidade. Cada palavra nova que aprendia me encantava

poderá gostar também:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...